sdfdfsdfs

(Foto: Renan Silveira)

Não foi o resultado que o torcedor queria ver, mas o empate no final da partida soou como "dos males o menor" para a equipe, que não conseguiu criar grandes chances na segunda etapa. 

No início da partida, as equipes se estudavam e não protanizaram lances de perigo ou jogadas trabalhadas. Somente aos 25 minutos, dando início a um domínio alvirrubro, foi que aconteceu a primeira chegada. Bruno Flores em chute cruzado, não achou ninguém para mudar a tragetória da bola, que saiu direto pela linha de fundo.

Em seguida, aos 28, após cobrança de falta e cruzamento de Cris Magno, a bola sobrou para Welder cabecear perfeitamente para o fundo das redes. Estava aberto o placar para o Guarany.

GEDC2792

Magno foi destaque no meio campo - (Foto: Renan Silveira)

A equipe continuou criando mais do que o adversário. Gustavo Nogy ainda assustou, em chute forte que passou por cima do gol. Mas foi o Grêmio quem aproveitou o momento do jogo para empatar o placar, já aos 40 minutos, com Marcos Paulo.

Ainda antes do juiz apitar, Bruno Barbosa também arriscou de fora da área para o Guarany, mas a bola novamente subiu demais e a primeira etapa encerrou assim: 1x1.

O torcedor que esperava um Guarany parecido com o que viu no início do jogo, envolvendo o adversário, se decepcionou. Em uma das únicas chances do Guarany na segunda etapa, logo nos primeiros minutos, Elias arriscou um voleio próximo a pequena área, mas a bola parou nas mãos do goleiro Matheus Nogueira.

Aos 11 minutos, o goleiro Bernardo se viu obrigado a trabalhar, já que o Grêmio voltou a campo disposto a arriscar mais, e virar o placar. Em chute forte, o goleiro alvirrubro buscou a bola que ia entrando no cantinho.

Dois minutos depois, novamente com Marcos Paulo, aconteceu o que já estava se desenhando: virada do Grêmio. Dessa vez, sem chance para Bernardo -um dos grandes nomes da partida-.

O tricolor de Porto Alegre, após o gol, também se acomodou no jogo. Nenhuma das equipes criava jogadas, e a partida parecia estar decidida. Welder, eventualmente, ainda assustava a defesa adversária, primeiro em cobrança de falta, e depois em cruzamento de Pedro Junior. 

Já passados os 30 minutos, Gustavo Nogy recebe pela esquerda e cruza com pressa para a área. Nesse lance, em mais um cabeceio perfeito, o artilheiro Welder empata  para o Guarany. O camisa 10 é responsável, até agora, por todos os gols alvirrubros na competição.

20160828 152546

(Foto: Renan Silveira)

A partir daí, o torcedor que enfrentou a chuva começou a considerar este um bom resultado. E ainda que tenha se animado para uma virada heróica, o pedido pelo apito final retornou quando os tricolores obrigaram Bernardo a executar mais uma grande defesa, que resultaria em uma fatídica derrota em casa.

E o jogo encerrou assim: Guarany 2x2 Grêmio. Este foi o primeiro ponto do clube na competição, após duas partidas contra a dupla Gre-Nal. Os próximos adversários são regionais: Bagé e São Paulo-RG.

A próxima partida é o clássico Ba-Gua 424, que acontecerá no próximo domingo, as 15h, no Estádio da Pedra Moura.

O Guarany jogou com: Bernardo, Pedro Junior, Guilherme Moller, Xandy, Elias, Gustavo Nogy, Bruno Barbosa, Cris Magno (William Bicca -> Léo Corte), Bruno Flores, Matheus Guerreiro (Tainã) e Welder.

BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

© 2016 SIGA Sistemas

Guarany Futebol Clube

Rua Gaspar Silveira Martins, 70
Bagé-RS | Brasil
contato@guaranyfutebolclube.com.br